CHAMADA

Órfão de mãe com um ano de idade; de pai, aos oito; e com o destino previamente traçado desde os cinco. Qual o teor e a quem seriam endereçadas

 

"As cartas do Pequeno Imperador"?

Sobre a Coletânea

Os 16 (dezesseis) autores selecionados criaram suas versões sobre algum fato fictício/fantasioso envolvendo cartas possivelmente escritas por/para o Imperador Dom Pedro II do Brasil durante a sua infância. Para isso, foi-lhes proposto desconstruir a história do Brasil, desprendendo-se da realidade objetiva, da temporalidade e de tudo o que a História consagrou como verdadeiro.

Características Gerais

Numero de paginas: 158
Peso: 210
Tipo de Capa: Capa cartão
Acabamento: Brochura sem orelha
Papel: Offset 75g
Formato: 14 x 21 cm
Miolo: Preto e branco
ISBN: 978-85-8196-955-8

Obras selecionadas e autoras

PREMIADOS

 

“Meu melhor amigo”
Adnelson Campos

[São Mateus do Sul, PR]

“A cápsula do tempo”
Amauri Chicarelli

[São Paulo, SP]

“Amiga Secreta”
André Barros

[Rio Grande, RS]

“Uma noite cinzenta”
Cleison Fernandes de Souza

[Manaus, AM]

“Preocupação de filho, certeza de pai”
Edilson Luiz da Silva

[Sanharó, PE]

“Carta a um pequeno príncipe”
Edweine Loureiro

[Saitama, Japão]

“A carta do imperador menino”
Elder Poltronieri

[Paraguaçu Paulista, SP]

“A história por trás dos nomes”
Joan Saulo do Monte

[Pilar, PB]


“No outro lado da Linha do Equador”
Ubirajara Vieira Xavier

[Tremembé, SP]

“Cartas”
Vanderlei Kroin

[Mallet, Paraná]

 

 

​MENÇÕES HONROSAS

 

"Cartas e Suas Consequências" 

André George Moricz [Praia Grande, SP]

"Meu Amigo Pedro"

Andrei Mendonça Carraro

[Olímpia, SP]

"O Rei a minuto ou A República mostra os dentes"

Celso Lopes

[São Paulo, SP]

"Comunicação intergaláctica"

Fred Sá Teles

[Morro do Chapéu, BA]

"O Embaixador de Oz"

T. J. Nicodemus

[Parelhas, RN]

"O dom de Pedro"

Yago Tadeu

[Eldorado, SP]

Prefácio

Fernando Esteves

Aspirante-a-oficial R2

Começo este prefácio com uma pergunta simples, mas que nos faz refletir: devemos sair da nossa “zona de conforto’’ ou aceitar o medo que o novo nos acomete? Pois bem, a minha escolha eu fiz, e aqui estou a escrever esta exemplificação dos contos, cartas, estórias, lendas, magia e algo mais, que apenas quem ler esta coleção de cartas do pequeno Imperador entenderá.

Antes, é necessário ser dito, que me sinto honrado em fazer parte desta tão bela e graciosa obra que estás a concretizar, querido amigo e escritor Eber Josué.

O livro ‘’Cartas do pequeno Imperador’’, formado por uma coletânea de cartas como o próprio título da obra sugere, supostamente enviadas e recebidas pelo Imperador, retrata a época de Dom Pedro ll, quando ainda em sua infância, já órfão de mãe, acaba por perder seu pai, que o deixa e posteriormente vem a morrer. E como se já não fosse o suficiente a tamanha provação pela qual estava passando, ainda encontrava-se em vias de preparação para se tornar Imperador do Brasil.

Talvez o que mais chame a atenção do leitor é que este não é apenas um livro como tantos outros, que colocamos em nossas estantes. Como já dito, trata-se de uma coleção de cartas, expedidas e recebidas pelo nosso grande pequeno Imperador, em uma época em que tudo era Real. Todas juntas neste exemplar, cartas estas fictícias, escritas não por um, mas por vários escritores e selecionadas da melhor maneira, para que o leitor possa ler, apreciar, imaginar, divertir-se e viajar para tal época e sentir-se como nosso pequenino.

Finalizo esta pequena explanação das belezas de cada página que se segue, com uma frase simples: ‘’a tarefa da literatura é ajudar o homem a compreender-se a ele mesmo.’’ (Máximo Gorki).